segunda-feira, 26 de novembro de 2007

Além da verdade

Madrugada na redação. Atrás da tela do computador, os dedos pipocavam no teclado. No escuro da noite, a luz iluminava seu rosto num tom azulado. Acreditava tanto no que escrevia que já pensava que sua verdade era mais verdade que a dos outros.

.

Um comentário:

tita coelho disse...

Não gosto do CHE...nunca gostei dele por incrível que pareça!!
beijos