segunda-feira, 8 de janeiro de 2007

Abreviada


Imagens para ver no escuro

Fonte: Zero Hora, Porto Alegre, 08/01/2007

Nota: foto da exposição Festfoto

Seu corpo fora de todos e deles ganhou a Aids.
Aos vinte e cinco não esperava mais nada da vida, a não ser o fim, que começara a avistar só perante o espelho.

Um comentário:

denise disse...

Silvio , está é uma solidão imposta pelo outo, que, com seu preconceito e abandono, deixa um rastro de dor única e intraduzível,que só quem a tem pode traduzir. Ninguém é capaz de imaginar o conflito emocional que envolve as pessoas portadoras do vírus HIV. E, por defesa ou vergonha,se isolam.
abraço,garoto