sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

Olhos inúteis



.

Afghan Children, Hidden Suffering
.

fonte: NY Times, 14/12/2007

.

A lembrança remota de um pássaro à janela era a única idéia fazia sentido. Não conseguia pensar que vantagem haveria em enxergar. Os gritos horrendos que ocupavam o breu de seus olhos, as vibrações e destroços dos homens bomba rodeando seus passos.

Para que olhos se a noite é infinda?

.

4 comentários:

david santos disse...

Passei para desejar-lhe um bom final de 2007 e um bom ano de 2008.

Ana disse...

Abdicou de mais dor.
Já havia visto o suficiente.

Moita disse...

Por vezes é melhor ser cego e surdo pra não ver e ouvir tantas vicissitudes.

A noite continuará infinda.

Abraços

tita coelho disse...

triste muito triste.....as vezes é melhor não ver nada.....
beijos meus