sexta-feira, 24 de novembro de 2006

Medalhas


Massacre nas ruas de Bagdá

fonte: Zero Hora, 24/11/2006

Sentada na varanda de sua casa na Carolina do Sul, a velha senhora negra olha para o fim da estrada esperando o corpo do filho.
Receberá também uma bandeira americana e uma medalha. Acreditará que ele ajudou o país.

Enquanto isso, o bêbado ligará para o amigo Bin e comemorará o preço do barril e o dólares de sua conta.

3 comentários:

Ao Luar disse...

Simbolismos da desgraça em que nos tornamos...
um bandeira, sinónimo da tarefa, do dever cumprido... e da vida,e o dever para quem fica, por quem se luta para dar o melhor à verdadeira Patria... a Familia que ficou mais pobre...

O outro, o bebado, está completamente abstraido da vida como ela é!
Já nem deve viver, passa apenas por dias, meses, anos, esta por estár e talvez até nem tivesse alguem que sentisse a perda dele, do dinheiro já não digo o mesmo...
Uns lutam pelo que acreditam...
Outros acreditam na luta...

Até...

Santa disse...

Sílvio querido,

Abdel Kareem Nabil Soliman, um bloguer egípcio de 22 anos encontra-se preso pelas autoridades devido a opiniões publicadas no seu blog. http://karam903.blogspot.com/

Convido todos os que por aqui passam a assinar a petição online pedindo a sua libertação. Mais informação disponível no site Free Kareem!

Petição:
http://www.hamsaweb.com/c2/home.php?id=Kareem

lucordeiro disse...

Esta página da vida é tão desoladora! Morte e dinheiro, dinheiro e morte... desde e até sempre o bicho homem causará dores alheias. E como a vida é uma ciranda, roda, roda e chega ao ponto inicial, pegando-o também.
Beijos, amigo.